novembro 22, 2021

Um resumo sobre fazer 22 anos

⚠⚠ Alerta de gatilho: nessa postagem falo sobre saúde mental e pelo que eu passei esse ano. Sobre depressão, pensamentos suicidas e crises ansiosas, leiam com cautela. ⚠⚠

Acho que mais cansados que meus amigos, vocês aqui do blog não aguentam mais ouvir o quanto que esse ano foi fodido pra mim. Dois mil e vinte um trabalhou EXTRA pra refutar minha teoria de que anos ímpares sempre eram melhores e conseguiu, conseguiu muito bem, diga-se de passagem.

Entre brigas, discussões e gritarias que eu não tinha nada a ver mas sempre acabava no meio até crises de ansiedade, pensamentos suicidas constantes e um encaminhamento *urgente* para o psiquiatra, esse ano me trouxe tudo que eu vinha tentando evitar desde 2017. 

"Tá tudo bem" 

"Eu consigo resolver isso sozinha" 

"Não preciso falar com ninguém"

Eram as frases que eu mais usava pra tentar reafirmar a força que eu não estava tendo e ainda não tenho, mas tenho meus dias bons (pra falar a verdade, essa semana tem sido bem boa, um milagre). Minha melhor decisão esse ano foi voltar a passar com minha querida psicóloga que tem me ajudado demais, a segunda melhor decisão foi sair definitivamente do meu emprego familiar tóxico, e mesmo que essa decisão tenha tido um desenrolar terrível pra minha cabecinha e tirado do exílio aquele monstro gigantesco que reflete tudo que eu odeio sobre mim pra me encarar, ainda sim, eu não voltaria atrás. Ei, ninguém falou que ia ser fácil, né?

Futuro. Eu odeio essa palavra. E é o que eu mais tenho sido atormentada nesses últimos meses. Me corrói não ter certeza de nada, me dói não estar onde eu queria, me confunde que tudo tem que ser tão complicado e eu fico completamente destruída por não conseguir parar de pensar sobre isso. Virou um fato pra mim que eu não vou chegar aos 30 e o pior desse tipo de pensamento era que antes eu ficava apavorada de pensar algo assim e, agora, soa reconfortante. Acabar com essa vida logo, chegar no ponto final... Só que vaso ruim não quebra fácil e eu não tenho ainda a coragem pra fazer algo mesmo.

E o pior, é que em momentos assim a vida chega a te dar um estímulo, hah, alimentar as pequenas esperanças, por isso eu fiquei tão puta que meu aniversário, no dia 4 de novembro, foi tão bom e proveitoso. Uma noite boa que eu vinha desejando a muito tempo e com as melhores pessoas.

novembro 11, 2021

Doze em Doze: 11. The Letter

Muito bom dia, queridos e sejam bem-vindos ao mês de novembro aqui no Limerence! Esse aqui foi um pé no saco pra eu terminar hein, já vou falando HAHA fazer a ilustração foi a coisa mais besta do mundo, saiu da minha cabeça pro papel em menos de 3 horas agora o resto do layout me levou 3 dias e eu ainda terminei chorando porque não achei que estava bom o suficiente, acontece que depois que passei pro blog oficialmente eu acabei gostando mais. Deu uma boa diferença vendo com as postagens bonitinhas e não a bagunça do meu blog de testes e montagens. Tá, mas calma lá que eu pulei diretamente pros problemas de sempre com a atualização e nem falei do conceito pra esse mês, né? Vamos rebobinar.

Primeiramente, espero que tenha ficado óbvio que eu ia dar um jeito de meter Stranger Things nesse projeto uma hora, né? Nos 45 do último tempo, mas foi. Depois do meu absoluto surto por ter pegado o bonde andando no ano passado era minha obrigação - narrador: não era - prestar uma pequena homenagem. O layout foi inspirado especificamente na carta do final da terceira temporada, aquela lá que fez absolutamente todo mundo chorar e que teria sido um encerramento muito bom, essa mesma. Depois que eu fiz a minha última resenha de Stranger Things eu fiquei bem tocada com as palavras da carta e ali mesmo me veio a inspiração pra mais um mês de template, coloquei em novembro porque foi onde tudo começou na série, coincidentemente sendo o mês ONZE (11 ELEVEN) eu juro que eu só percebi agora enquanto fazia a postagem meu deus eu sou muito burra e também que eu mesma, Neko, tinha uma carta pra abrir esse mês da minha eu do passado, mais especificamente, da minha euzinha de catorze anos, mas isso é assunto pra outra postagem. Sigam-me os bons e vamos desenrolar o layout um pouco mais.

outubro 31, 2021

Tag de Halloween

Feliz Halloween, queridos! Como vocês estão? Outubro praticamente já acabou, faltam 5 dias pro meu aniversário e eu não comecei o layout de novembro (kk surto). Ontem fui no cinema pela primeira vez desde o início da pandemia, fui com meus pais e se tinham 20 pessoas na salas de cinema era muito. Assistimos DUNA e recomendo só pra quem tem saco e gosta de histórias pesadas de detalhes e longas porque o filme tem fucking duas horas e trinta e cinco minutos. EU gostei porque sou fã desse tipo de história e, apesar de longo, a trama consegue prender bem o espectador mas haja saco, ainda mais que essa é só a primeira parte, é, vai ter mais e eu quero ver se consigo ler os livros pra comparar. Nunca fui muito fã do Timothée Chalamet porém, devo admitir que a atuação dele tá muuito boa nesse filme e a Zendaya só aparece no final, fica a dica pra quem vai assistir só por ela (eu fui, mas enfim, ainda bem que gostei do filme mesmo k), mas, voltando ao assunto da postagem. Pra não deixar o halloween passar em branco, vim aqui responder uma tag que a Shana me indicou, não vou estar indicando ninguém mas, sintam-se livres pra responder a tag ♥

outubro 13, 2021

As aventuras de Neko no Animal Crossing

Eu nunca tinha jogado nenhum dos jogos de Animal Crossing até o New Horizons, o mais recente lançamento da série, eu sequer sabia do que se tratava o jogo até começar minha pequena ~aventura. Ainda estou um pouco atrapalhada, meio muito lenta no desenvolvimento da minha ilha e, por cima disso, eu ainda fiquei pouco mais de um ano sem jogar até que eu decidi voltar em julho desse ano, pensei seriamente em reiniciar o jogo, mas decidi dar mais uma chance de continuar de onde parei e não me arrependo, apesar de no começo sempre ficar bem evidente o tempo sem jogar por conta dos presentes, cartas, etc.

Hoje vou estar compartilhando um pouco do meu progresso na minha pequena ilha Andrômeda ☆ e também um pouco do que aconteceu por lá com os residentes. Espero tornar isso um pequeno quadro aqui no blog, assim eu mesma me mantenho motivada a continuar jogando e explorando mais.

outubro 06, 2021

Doze em Doze: 10. Love or Take

No momento faltam dois minutos para as 23 horas e eu acabei de finalizar tudo do layout de outubro, bem, vocês já devem estar acostumados com postagens tarde da noite a essa altura do campeonato, certo? haha. Olá, pessoal ♥ sejam bem-vindos ao mês de outubro aqui do Limerence! Contrário a todas as expectativas que eu sei que vocês tinham para um layout tenebroso de halloween, eu já tinha essa ideia bem rosa e fofinha desde o começo do ano, então, me perdoem! Mas, isso não significa que não terá nada de especial para a data, porém, deixemos essas especulações mais pro fim do mês, por agora vamos falar um pouco sobre o tema do mês, estrelado pelo grupo Pentagon.

É impossível não perceberem que eu me apaixonei completamente pelo Pentagon durante esse ano, desde o lançamento anterior deles de Daisy eu já fiquei mais ligada no grupo, mas, depois do comeback em março eu mergulhei de cabeça no fandom, obviamente que eu tive ajuda pra isso visto que uma das minhas amigas (alô alô, Aline, aqui está a menção que você queria) é bem fã deles e, pra ser bem honesta, I brought this to myself porque eu que apresentei o grupo pra ela HAHA. Minha meta era que ela gostasse na verdade do Seventeen, mas, oh well, foi um resultado bom de qualquer forma pros dois lados, ainda estou no processo de trazer ela pro lado diamante do kpop, devagar e sempre.

setembro 26, 2021

why am I vibing to this?

A proposta do Together desse mês era a de criar uma playlist temática, mais especificamente, uma playlist para a trilha sonora de um filme. Um filme com uma trama criada por nós mesmos seguindo um dos itens da listinha e eu, como uma boa participante da galerinha do audiovisuar não poderia perder a chance de fazer piadinhas e escolhi logo "um filme ruim, com uma trilha sonora boa". Pra ser bem sincera, não tem tantos filmes que eu acho ruim (que eu me lembre), eu sempre tento tirar o melhor que eu posso das coisas que eu assisto, tentar ver o lado de quem produziu e também não posso julgar algo que não vi. Pensando rápido aqui eu lembro de realmente detestar o filme "A 5ª Onda" que mais parecia uma fanfic mal feita e também de ficar extremamente confusa com "Howl's Moving Castle", o filme não é ruim... mas o roteiro é. Deus, nunca vi nada tão sem pé nem cabeça, na real acho que seria um ótimo exemplo de filme para o tema que eu peguei hah.

setembro 10, 2021

Doze em Doze: 09. Lemonade

Diferente do mês passado, dessa vez eu me recompus e estou postando a introdução do layout no momento certo, ou seja, no começo do mês. Bem vindos à setembro e adios desagosto! FINALMENTE. Pra mim esse mês sempre dura demais então estou aliviada de finalmente ter acabado. Trazendo pela primeira vez no projetinho um layout com tons escuros, o layout da vez é inspirado numa música de uma das minhas bandas indies favoritas, Circa Waves

Eu tive a ideia pra esse design desde quando ouvi a música pela primeira vez, mais especificamente, quando vi as cores da capa (que está aqui na barra lateral), a mistura do laranja com azul e um leve tom de roxo nas partes mais escuras me foi muito atraente, não é uma paleta que eu costumo usar muito nas minhas composições mas, eu queria experimentar e ela certamente é muito harmônica e eu gostei muito do resultado. O layout também teve inspiração direta no clipe da música que se passa num cenário antigo, eu diria entre os anos 50 e 60, uma vibe mais mid-century e eu não podia perder a chance de incluir elementos dessa era que, inclusive, tem voltado muito a moda. O background, as letras garrafais e as bordas arredondadas são os principais elementos que eu tentei remeter a esse estilo. Talvez eu tenha feito tudo errado? Talvez. Eu não fui realmente atrás da fidelidade histórica, até porque não preciso levar tão a sério assim um layout que vai ficar só por um mês aqui no blog HAHAH.